Monday, April 25, 2011

virtual

eco estridente
grito lancinante das gentes
numa avenida da liberdade
soltado como um alívio
nos becos, nas ruas da cidade.
As grades de ferro forjado
mudaram esferovite...

depois... depois, vieram
os das vozes contidas
dos silêncios estratégicos
os tais que
não sonham os sonhos
os tais que
sempre enérgicos
fazem o mal...
os tais que
com disfarce liberal
esmagam o que foi,
na aparência, tão natural...
a Liberdade que foi
o grito mal contido
na avenida de nome igual
deu um gemido virtual...